Cannon's Feminos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cannon's Feminos

Mensagem por Minerva von Schewrs em Sab Fev 09, 2013 1:58 pm


Well, I'll drink what you leak And I'll smoke what you sigh
▲ Pandora tentou se matar mais de 5 vezes, sendo 3 delas numa tentativa fracassada de overdose.

▲ Nasceu e passou toda sua vida na cidade britânica de Bristol. Nunca viajou, graças à sua personalidade instável e alto índice de violência, precisaria da permissão de seu terapeuta, e sabia muito bem que nunca conseguiria. Além disso, sua família não tem dinheiro para bancar uma viagem.

▲ Perdeu a virgindade aos 15 anos, tendo 18 atualmente. Foi em uma festa subterrânea com um homem sete anos mais velho. Naquela noite ela descobriu os prazeres de ser espancada.

▲ Odeia ser chamada de Panda Pops, seu apelido de infância. De alguma maneira ele a lembra de sua felicidade infantil, e ela tem medo de ser feliz de novo e acabar com o coração despedaçado.

▲ Já experimentou várias drogas ilícitas e lícitas, porém nenhuma delas prendeu sua atenção. Seu único vício atual é o cigarro, e usa alucinógenos de vez em quando.

▲ Alguns acreditam que Pandora tenha ficado assim depois que seu irmão mais velho, Graham, morreu atropelado quando ela tinha 8 anos. Afinal, ele era seu único amigo, e ela presenciou sua morte. Estava no banco traseiro do carro, junto com o cachorro da família. Foi a única que sobreviveu, acredita até hoje que deveria estar morta.

▲ Já foi expulsa de 4 escolas diferentes, por motivos que ela não conta a ninguém, e tem passagem por duas clínicas de recuperação. Nenhuma delas teve sucesso até agora.

▲ É membra inativa dos Rioters, apenas comparece à reuniões. Como gosta de ser ferida, acredita que os outros sintam o mesmo (pelo menos é isso que diz para si mesma). A verdadeira razão de causar dor alheia é porque culpa todo ser vivo pela morte de Graham, e deseja explodir sua cota de cagadas antes de finalmente morrer.

▲ Sua melhor amiga no Instituto, se bem que não podemos chamar a relação delas de amizade, é Adrianna. Sua convivência é baseada em trocas de favores. A única pessoa que confiaria seus segredos, embora não faça isso, é Kurt, seu amigo colorido.

▲ Nunca se apaixonou, e morre de medo que isso aconteça. Sabe da paixão que Kurt sente por ela, e morre de vergonha de fazer alguma coisa sobre isso. Sua estabilidade mental é baixa demais para um envolvimento emocional.
pandora watts darkhole | kaya scodelario | ocupada | suicidas | sadomasoquistas


She's got a hurricane in the back of her throat And she thinks she's made of candy
▲ Lyanna é um doce de pessoa, porém um pouco insana. Muito possessiva, afasta as pessoas de si mesma.

▲ Nasceu em Ohio, nos EUA, porém se mudou para Londres aos 14 anos para estudar em um internato feminino.

▲ É virgem, e morre de vergonha disso.

▲ Desde pequena tem um modo de pensar diferente. Vê magia em tudo à sua volta, e adora deixar isso bem claro para as pessoas.

▲ Seu único amigo verdadeiro é imaginário. Ele se chama Boobs, e se parece bastante com o cantor Michael Jackson.

▲ Quando tinha 8 anos, foi expulsa de um colégio por dizer "adorar brincar de cortar o braço dos amiguinhos"

▲ Sua insanidade começou depois de sofrer abuso sexual aos 5 anos.

▲ Mesmo sem nunca ter sido diagnosticada, suspeita ter algum distúrbio mental. Afinal, ela ouve vozes em sua cabeça.

▲ Gosta de ver as pessoas se machucarem, porque isso a lembra de desenhos infantis.

▲ Considera Lilith uma grande aliada.
lyanna geofrey westminster | hannah murray | livre | loucos



She's got the magic touch and you're under a spell that she's cast
▲ Nasceu na cidade de Londres, mas sempre mudava de cidade devido ao emprego de seu pai como militar.

▲ Possuí uma irmã gêmea chamada Lilith, a qual é totalmente diferente dela e com quem não se dá bem muitas vezes pela irmã achar que Eva age de forma errada.

▲ Começou a usar drogas e beber com 12 anos como um meio de fugir de seus problemas em casa, pois sua mãe era alcoólatra e sempre maltratava Eva e sua irmã.

▲ Aos 13 anos a menina perdeu sua virgindade e desde então começou sua fase de ninfo que dura até hoje.

▲ Seu verdadeiro nome é Evangelline, mas ninguém a chama assim – a não ser as diretoras (o que a deixa muito irritada) –, ou por não saberem ou por não quererem a ver irritada.

▲ Sua mãe morreu de cirrose hepática quanto ela fez quatorze anos e desde então seu pai começou a se afastar das suas filhas e as maltratar bem mais do que sua mãe fazia com elas.

▲ Já foi expulsa de 7 colégios por ser pega transando nas salas de aula ou usando drogas.

▲ Aos dezesseis anos Eva foi presa por estar carregando consigo meio quilo de maconha e dirigindo embriagada. Seu pai pagou a fiança e ela foi solta depois de uma semanas lá.

▲ Depois de ir presa ela foi forçada a ir para aquele instituto. Ela não queria ir, por isso no primeiro dia ficou trancada num quarto chorando e pensando porque sua maldita família fez isso. Foi o único momento de toda a sua vida que ela sentiu-se impotente. Depois daquele dia ela começou a ser ela novamente, porém sentindo um ódio enorme por aqueles que a trancaram naquele lugar.

▲ Às vezes finge ser sua irmã apenas para zoar com a cara dela ou humilhá-la.

▲ Gosta muito de ler livros, dançar ballet e tocar violão, mas são paixões escondidas, as quais ninguém além dela sabem existir.

▲ É bissexual e extremamente tarada, ao ponto de assediar e constranger os funcionários daquele lugar.

▲ Seu melhor amigo é Drake, o qual é a única pessoa que realmente confia, o cara com que também possuí uma espécie de "amizade colorida".

▲ Eva é uma das pessoas que faz parte de um grupo secreto do instituto intitulado de Rioters, o qual fora criado por propósitos das diretoras de lá.
eva stifler wayne | hattie watson | ocupada | Drogados | Ninfomaníacos



I'm losing myself trying to compete with everyone else
▲ Nasceu na cidade de Londres, mas sempre mudava de cidade devido ao emprego de seu pai como militar.

▲ Possuí uma irmã gêmea chamada Eva, a qual é totalmente diferente dela e com quem não se dá bem por achar que Eva é uma vadia sem escrúpulos.

▲ Sempre se escondia quando sua mãe chegava bêbada em casa, por este motivo é ótima em esconder-se em vários lugares e ser "invisível".

▲ Tentou suicídio duas vezes, uma jogando-se do segundo andar de seu prédio e outro cortando os pulsos quando tinha treze anos. Aos dezesseis sua tentativa de suicídio subiu para sete.

▲ Por ser considerada a nerd melancólica na escola era sempre vítima de bullying.

▲ Com quinze anos Lilith quase fora estuprada por um grupo de valentões na escola, mas fora salva por uma patrulha de policiais que passavam por ali. Depois deste dia ela começou a ter horror e medo de homens. Ninguém sabe desse ocorrido, nem mesmo sua irmã.

▲ Depois que Eva foi para o instituto ela sentiu-se mal e assustada por estar sozinha em casa com seu pai. Apesar dele nunca ter feito nada (e nunca ter pensado em fazer, afinal ela era filha dele), depois da morte de sua mãe toda a violência dela fora passada para seu pai, e apanhar dele não era legal.

▲ Ameaçou matar seu pai num determinado dia em que toda sua carga ruim de suicídio estava no ápice, e neste mesmo dia seu pai a internara no instituto.

▲ Ainda é virgem, mas não quer deixar de ser tão cedo, apesar de sentir-se mal pelos insultos e gozações que sua irmã faz dela sobre isso.

▲ É muito inteligente e adora agir como detetive, por este motivo sempre investiga casos estranhos que ocorrem, como desaparecimento de pessoas do instituto e coisa do tipo.

▲ Chora todas as noites antes de dormir por sentir-se um lixo, e sempre faz cortes do seu corpo, o qual é coberto de cicatrizes.

▲ Considera Lyanna a sua melhor amiga, apesar de ainda não compreender os pensamentos da garota,
lilith stifler wayne | hattie watson | livre | Suicidas


'Cause your sex takes me to paradise...
▲ Adrianna perdeu sua virgindade ao ser estuprada por seu "melhor amigo", com apenas 14 anos. Atualmente, a garota possui 17.

▲ Sua fase de ninfo começou aos 14 anos, alguns meses depois de ter sua virgindade tirada.

▲ Em pouco tempo, havia virado a vadia oficial do colégio onde estudava, e quando perguntaram qual era o problema, botou a culpa no "melhor amigo", que foi expulso e posto na cadeia.

▲ Foi mandada ao Internato pois seus pais estavam ficando cheios de receber garotos à sua porta, perguntando por ela, ou "achar" meninos em seu quarto.

▲ Acredita no amor, porém, seu amor é passageiro. Então, caso ela fique com um garoto por mais de um mês, vai entediar-se e focar sua atenção em outro, até que se canse do mesmo também. O ciclo nunca para.

▲ No Instituto, conheceu o poder das drogas, do qual ficou obcecada por seis meses, até que foi descoberta por uma das diretoras e então, foi forçada a largar o vício, após mais seis meses.

▲ Odeia tudo naquele lugar, mas não consegue contatar sua família mais.

▲ Faz parte do grupo secreto, Rioters. É uma antiga membra, porém, está começando a se cansar das reuniões e tudo mais.

▲ Tem uma atração inegavelmente forte por dois outros membros dos Rioters; James e Logan, mas nunca iria admitir isso.
Adrianna Tate Duncan | Candice Swanepoel | Ocupada | Ninfomaníacos


You're crazy But I like the way you fuck me
▲ Sky é uma garota fria, não consegue se socializar com as pessoas e sempre acha que tem algo de errado com ela, mal consegue sorrir de verdade, na maior parte das vezes é um sorriso triste e vazio, como se estivesse tentando expor o que há dentro dela.

▲ É Inglesa, e viveu quase sua vida inteira em Londres, até se mudar para Bristol, aos 14 anos.

▲ Como seu pai e sua mãe eram separados, sua mãe tinha um padastro que abusou dela dos 9 aos 14 anos, e foi exatamente nessa época que sua mãe descobriu e se mudaram pra Bristol.

▲ Ela começou a se viciar em sexo -e principalmente orgasmos- quando tinha 14 pros 15 anos, que foi quando ela começou a ficar com meninas também, então sua visão do sexo foi mudada completamente, já que a única coisa que vinha à sua cabeça quando ouvia essas palavras era o que passou com seu padastro.

▲ Ela sabe tocar guitarra, violão, bateria e baixo, é apaixonada por rock'n roll desde que se conhece por gente, e essa é a única coisa que a faz ficar sana quando precisa.

▲ É bissexual, e assedia quase todas as pessoas daquele lugar, principalmente as garotas.

▲ Pelo fato de ser bissexual seu único amigo ali é Evan, e ela é a única pessoa que sabe de seu segredo, no caso, seu maior segredo. O guarda com sete chaves e com todo cuidado possível, pois ele é o único que ela pode confiar de verdade naquele lugar, e não pode arriscar isso.

▲ Já tentou suicídio diversas vezes, começou a se drogar aos 12 anos de idade e a beber também.

▲ Foi expulsa apenas de dois colégios, pois não precisou disso pra demonstrar o quão insana ela era, já teve overdoses diversas vezes e quase morreu em cinco dessas, três por tentativa de suicídio.

▲ Adora ver as pessoas sofrendo, principalmente quando está tendo relações sexuais com elas, e gosta de sofrer também.

▲ Nunca se apaixonou de verdade na vida, e tem recordações dolorosas desse sentimento, por isso tenta manter total distância dele.

▲ Faz parte dos Rioters, o grupo secreto do instituto.
Sky Bakerville Jones | daisy lowe | livre | ninfomaníacos | drogados



You're in my head, get outta of my head
▲ Assassinou o irmão de três anos e jura com toda a alma que quem o fez foi Bobby, pois não se lembra de nada que aconteceu naquela noite.

▲ Fugiu de três clinicas de reabilitação e tentara fugir do instituto assim que fora ‘’internada’’ no mesmo.

▲ Não entende o motivo de estar no instituto, se acha uma pessoa normal e acredita que sua ida ao mesmo ocorreu devido à erros médicos.

▲ Jura ter um amigo chamado Bobby que é uns dois anos mais velhos que a mesma e que “cresce” como um adolescente normal. Porém, isso é apenas um fruto de sua imaginação.

▲ Tem um irmão gêmeo chamado Demian, que tentou matar cinco vezes, sendo uma delas asfixiado, porém, isso a pedido de Bobby e é o único atentado que lembra.

▲ Matou algumas enfermeiras na clinica que ficara internada antes de ser mandada ao instituto, cada uma de um jeito diferente, sendo uma delas com um clips no pescoço.

▲ É bissexual e sua primeira ''relação'' fora com Eva, pouco antes de entrar no instituto aos 15 anos.

▲ Por incrível que pareça, consegue ser normal apenas na presença de Brandon.

▲ É apaixonada por Brandon embora nunca tenha dito nada, é completamente submissa às vontades do mesmo.

▲ Ivy é extremamente sensível, por muito às vezes sendo até infantil.

▲ Desconhece a existência dos Rioters e embora tenha uma amizade grande com os membros, nenhum deixa que a menor saiba do grupo.

▲ Mesmo que passe longe do conhecimento de Ivy que Bobby não existe, ele fere e até mata todos aqueles que machucam a menor.  

▲ Devido ao jeito extrovertido e infantil, chega a ser o “xodó” dos outros internos, entre os rioters principalmente.
ivy mestrano schaefer | joana g | ocupada | esquizofrênicos | psicopatas


Look-alike someone drug me They wanted to unplug me
▲ Michaela tem dupla personalidade desde que nasceu. Como Michaela, é uma garota depressiva e fria, que não acredita no amor. Quando é Georgina, sua outra personalidade, se torna uma rata de festa. Atirada, manipulativa e sedutora.

▲ É Italiana, e viveu na Toscana até os 17 anos, quando se mudou para Londres por causa do Infinity Institute.

▲ Seus pais, graças à grande implicância da filha como Georgina, tiveram que comprar tudo dobrado. Há dois quartos em sua casa, dois closets diferentes e os mesmos tratam a garota de maneira distinta. Nada disso é problema, já que são milionários.

▲ Michaela só descobriu sobre sua outra personalidade aos 14 anos. Até lá, nunca suspeitou de nada e só se lembrava de ter alguns apagões.

▲ Começou a se cortar aos quinze anos para tentar atingir à seu outro eu.

▲ Tinha um namorado maravilhoso, porém o relacionamento terminou quando ele conheceu Georgie. Isso só fez com que aumentasse a depressão de Micha.

▲ Descobriu o Infinity Institute sozinha e se internou por conta própria, já que seus pais não viam problema nenhum em ter duas filhas no mesmo corpo.

▲ É uma das únicas pessoas que sabem do grupo secreto do Infinity que não são membros.

michaela mignon eleonore | lana del rey | livre | emos | dupla personalidade


One final fight, for this tonight, with knives and pens we made our plight
▲ Sempre foi muito alegre e divertida, raramente ficava triste e sempre mantinha seu bom humor.

▲ Sempre lidou muito bem com o problema de seu irmão gêmeo assim como seus pais, no entanto depois de adolescente esse problema começou a perturbar e estressar a garota.

▲ Sentia-se sozinha por conta de seus pais darem atenção somente ao seu irmão, principalemten depois dele ter sido internado, por este motivo mudou completamente.

▲ Seu humor variava e seus sentimentos eram intensos com qualquer coisa. Começou a pintar sempre o cabelo e vestir com muitas cores em certos momentos e às vezes sem cor alguma.

▲ Aos quinze anos ela não falava mais com seus pais e tentou fugir de casa três vezes, mas acabava voltando sempre. Uma dessas vezes ela tentou fugir com o namorado.

▲ Depois de ver o namorado fazendo sexo com outra garota (ela não sentia-se preparada para deixar de ser virgem com ele), ela tentou suicídio, mas falhou, por este motivo nunca tentou novamente.

▲ Seus pais a internaram depois de ela tentar se matar. O que a fez odiar profundamente seus pais.

▲ Não possui qualquer outro problema sério ou estranho que qualquer outra pessoa de lá tenha, ela apenas faz parte de uma “tribo”, no caso os emos, por este motivo sente-se muito deslocada e sempre tenta fugir daquele instituto.

▲ Não gosta de conversar com ninguém de lá, nem mesmo com o irmão, por isso muitas vezes está em seu quarto ou isolada dos demais.

▲ Sofreu bullying nas escolas que frequentou, e por este motivo tenta ser invisível e foge dos valentões ( e principalmente dos punks) que há ali.

Illynia van allen | Ira Vampira | livre | emos


And yes I will get my revenge
▲ Sempre muito irônica e fria, Felícia é uma das melhores e mais severas funcionárias do instituto.

▲ Ela dá aula de artes, música e teatro e é a supervisora do dormitório feminino.

▲ Resolveu entrar para dar aula no instituto depois que sua irmã mais nova, Sofia, a qual era uma interna esquizofrênica de lá desapareceu. Não havia imagens de uma fuga da garota na câmeras de segurança, ela simplesmente sumiu.

▲ É muito misteriosa, tanto que por não saberem nada sobre ela boatos se espalhavam dizendo que Felícia na verdade era uma demônio invocada. Eram boatos idiotas e sem nexo, apenas.  

▲ Mudou de novo, endereço e até mesmo a aparência depois do desaparecimento da irmã, apenas para poder entrar no instituto sem que ninguém a associasse à Sofia. E conseguiu, nem mesmo as diretoras conhecem sobre seu verdadeiro passado como Scarlet Mildeton.

▲ Não conversa com os internos, tento apenas a relação professor/aluno.

▲ É viciada em cigarros e fuma um maço ou mais por dia.

▲ Odeia valentões, punks e ninfomaníacos daquele instituto por este motivo sempre os passa tarefas mais difíceis, os deixa com notas mais baixas ou arruma qualquer motivo para serem castigados ou levados até as diretoras.

▲ Os únicos alunos com quem ela parece ser mais razoável e menos fria e distante são com os esquizofrênicos e os loucos - em especial os que houvem vozes e coisa do tipo.

Felícia Oldman | kristen stewart | livre | funcionários do instituto
avatar
Minerva von Schewrs
Diretores
Diretores

Mensagens : 13
Data de inscrição : 02/02/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum