[FP] - Callahan, Noel Thomas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] - Callahan, Noel Thomas

Mensagem por Noel Thomas Callahan em Sex Dez 20, 2013 10:58 am



Noel Thomas Callahan
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

">
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]">
Apelidos:
Não Possui

Aniversário:
10/21

Idade:
17 Anos

Local de Nascimento:
Manchester,Inglaterra

Orientação Sexual:
Heterosexual

Grupo:
Esquizofrênicos e Psicóticos

Photoplayer:
Andrew Garfield

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Personalidade & Aparência
Noel é um garoto estranho. Ele não é o que poderia ser classificado como feio, mas também está longe de ser atraente. Mesmo se esse não fosse o caso, sua postura, seu modo de andar e o costume de estar sempre falando sozinho (na verdade com seu amigo imaginário, Jimmy) e gesticulando as mãos faz com que ele aparente ser mais grotesco do que realmente é. Ele possui uma inteligência a cima da média, mas ele nunca a usou realmente fazendo algo útil. Suas atitudes e aparência refletem bastante a sua saúde mental já que mesmo tendo um potencial enorme, ele se veste quase como se fosse um mendigo, raramente lava o cabelo, além de ser extremamente infantil. Os próprios atos violentos que ele causa, em sua mente não são vistos desse modo e sim apenas como uma brincadeira de garoto. Essa infantilidade também gera bastante medo nele, fazendo com que sempre que sua cabeça crie alguma ameaça ilusória, ele tome atitudes extremas, intensas e apavoradas. Apesar de possuir 17 anos, sua idade mental quando está com Jimmy e de 12 anos. É quase como se ele tivesse parado no tempo quando Jimmy “nasceu”, se tornou concreto. Isso o atrasa ainda mais, pois ele consequentemente nunca teve um relacionamento com uma garota e dificilmente convive com outros humanos. Se perguntado para ele qual é o seu maior sonho, com certeza ele diria que não tem nenhum, pois em sua cabeça ele já é tudo que mais deseja.  

História

que as crianças da sua idade. Com apenas oito anos Noel foi avaliado como tendo um QI de 143 pontos, sendo que apenas 2% da população mundial conseguia passar dos 130 pontos. Entretanto se todos os fatores de sua vida afirmavam que ele era perfeito, pois era rico, inteligente, e possui relativa boa aparência, dentro de sua cabeça o garoto não conseguia enxergar a sua vida e o mundo de forma tão bela. A falta de jeito para interagir com as outras pessoas também era um problema que ele costumava levar a sério e isso só fazia com que ele se isolasse mais, preferindo permanecer em casa brincando sozinho do que confraternizar com as outras crianças. Aos nove anos, durante um intervalo do colégio, quando toda a sua turma estava brincando no parquinho da escola, Noel perdeu a consciência dos seus atos e se ajoelhando na areia o garoto começou a murmurar palavras sem sentido e a tremer como se tivesse sofrendo uma convulsão. Horas mais tardes, os médicos que o examinaram ainda não sabiam o que havia causado aquele surto, explicando que aquilo poderia ser um episódio isolado e até mesmo uma reação do cérebro do menino devido à intensa atividade que o órgão possuía por causa de sua inteligência acima do comum. Entretanto, vivendo em uma comunidade extremamente preconceituosa, ignorante e religiosa, as pessoas ao seu redor começaram a espalhar que o garoto havia sido possuído pelo demônio. Isso fez com que Noel se isolasse cada vez mais em sua casa e se antes ele já achava o mundo real sombrio, as coisas só pioraram ao descobrir que seus pais, que eram seu porto seguro, também tinham medo dele e compactuavam com toda aquela história de possessão demoníaca. Sozinho e deprimido só existia uma solução para que o garoto não se matasse, era buscar refugio dentro de sua mente. Ali, ele era quem ele desejasse ser. Dentro de sua cabeça ele era o rei, ele era amado, ele era adorado.

Que as crianças poderiam ser imaginativas demais, isso não era segredo para ninguém, o problema é que o garoto tinha certa predisposição para problemas psiquiátricos e a sua linha que separava o real do imaginário era muito fina e rapidamente foi ultrapassada. No inicio a coisa funcionava tudo dentro da sua cabeça. Enquanto para Noel ele estava percorrendo mundos, participando de aventuras, conquistando amizades e sendo um astro, para sua família ele era uma criança dentro de uma caixa de papelão murmurando coisas sem sentido, além de estar totalmente incomunicável com o mundo exterior. Quando essa fase passou, Noel voltou a se sentir sozinho e foi nesse ponto que ele desejou antes de dormir com todas as forças para todos os magos e elfos que lhe faziam companhia dentro de sua mente para que ele ganhasse um amigo de verdade. E isso realmente aconteceu. De manhã cedo, quando ele acordou, Jimmy, como o garoto gostava de chamá-lo, estava sentado ao pé de sua cama vendo-o dormir. A amizade dos dois foi instantânea. Jimmy parecia entender tudo que Noel sentia e sempre ajudava ele a superar seus medos e problemas. Noel começou a sair mais de casa, praticar esportes, como andar de bicicleta, correr e todas as atividades que não exigissem um contato em grupo. Seus pais no inicio estranharam o fato do filho sempre sair sozinho, mas depois acreditaram que poderia ser uma melhora e pararam de se preocupar. O problema é que Jimmy, o amigo imaginário de Noel, costumava ser bastante protetor e ciumento e sempre alertava o garoto sobre as conspirações que seus vizinhos estavam fazendo para matá-lo. Não demorou muito para que o garoto começasse a praticar atos violentos como forma de retaliação a agressões puramente imaginárias. Se no principio os atos eram infantis, como jogar fezes de animais nas casas das pessoas, procurar animais mortos e pendurá-los junto às portas, derrubar lixos e etc. À medida que o garoto e “Jimmy” foram crescendo, a brutalidade foi aumentado. Agora o garoto acreditava que todos já haviam marcado um dia para caçá-lo e costumava associar sua figura ao monstro de Frankenstein, onde ele seria perseguido por tochas e ancinhos. Agora os atos de vingança incluíam atacar pessoas que ele julgava ser uma ameaça, espancar idosas, incendiar casas, porém o garoto possuía um grande respeito pela vida animal e o estopim de seus atos foi tocar álcool e depois fogo em um garoto que estava machucando um cachorro. É importante ressaltar que Noel era influenciado a fazer isso sempre por Jimmy, seu fiel amigo. Depois dessa última ação cruel, seus pais não tiveram alternativa a não ser interná-lo. Apesar de não estar totalmente feliz com isso, o menino não se importou, pois Jimmy estará sempre junto com ele.

Jones. 19. MP.
avatar
Noel Thomas Callahan
Psicóticos
Psicóticos

Mensagens : 8
Data de inscrição : 20/12/2013
Idade : 21
Localização : Manchester, Inglaterra

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] - Callahan, Noel Thomas

Mensagem por Ivy M. Schaefer em Sex Dez 20, 2013 7:05 pm


ficha aceita

Seja bem-vindo ao instituto, meu bem. Dúvidas, MP à qualquer membro da staff. E somente são permitidos avatares 200x400 e 200x320.

Btw, esse template adorável foi feito por [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] do fórum ops!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
SCHIZOPHRENIC AND SOCIOPATH ❥ 16 YEARS ❥ PRINCESS OF HELL  // MOZI DA JUBS ❥
avatar
Ivy M. Schaefer
Psicopatas
Psicopatas

Mensagens : 141
Data de inscrição : 13/02/2013
Idade : 19
Localização : Boston/MA

Ficha do personagem
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum